O magnata inglês e empreendedor revolucionário Richard Branson diz que as pessoas “são a força motriz de qualquer empresa”. Talvez seja exatamente assim que um profissional queira ser tratado quando entra no mercado de trabalho. E como você tem sido tratado em sua empresa? Você se sente importante e sente que seu trabalho está surtindo efeito para seu cliente final ou para a sociedade?

A grande diferença no processo de atendimento é a autoconfiança que um colaborador sente ao ser confrontado em uma situação tensa, de crise e conflito. Quando um colaborador sabe que tem liberdade para tomar a melhor decisão sem pensar em sua iminente punição, ele consegue ser mais proativo, ele consegue ser mais eficiente e consegue evitar problemas maiores, aumentando as chances de satisfação do cliente final.

De repente onde você trabalha hoje você não tem essa liberdade e quando tenta resolver alguma coisa, se estiver fora dos “padrões de normalidade”, ainda corre risco de ser punido. A burocracia tem  matado nossa capacidade de oferecer nosso melhor em um processo de atendimento. E isso tem causado a perda de nossa humanidade. Pense nisso!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *